História da Vinícola

A Vinícola Veadrigo se consolidou com o trabalho, a fé e a honestidade de Maria Franzói, chamada carinhosamente pela família de Noninha. A cantina, onde eram produzidos os vinhos, foi construída em 1927 e depois ampliada para a residência da família, na parte superior, em 1939. Após o falecimento do marido João em 1944, Nona Maria assumiu os filhos e os negócios. A progenitora soube manter, educar e prosperar a família, buscando suas forças na devoção católica, embalando em seu colo, além dos filhos, netos e bisnetos, os sonhos dos que com ela conviveram até o ano de sua partida, em 1982, aos 88 anos.

 

Juntamente com o primogênito Orlando Veadrigo, nona Maria manteve a tradição na elaboração dos vinhos, transferindo esta paixão aos seus descendentes. Hoje a vinícola e o restaurante são conduzidos por Fernandes João Veadrigo e sua esposa Gabriela Schiavenin Veadrigo, que transmitem ao visitante carinho e dedicação.